O envelhecimento saudável da população é uma preocupação constante das autoridades brasileiras e mundiais. De acordo com estimativas, a população brasileira está envelhecendo e a quantidade de filhos por mulher tem reduzido consideravelmente. Acredita-se que até 2034, o número de pessoas idosas irá superar o número de crianças nascidas, e dentro dessa estimativa, a maior parte da terceira idade será formada por mulheres. Diante dessa realidade, cientistas e autoridades internacionais têm buscado maneira para levar a população a envelhecer de forma saudável.

 

Uma pesquisa recente feita pela doutora Dr. Francine Grodstein mostra que o consumo de porções de nozes durante a semana por mulheres com idades entre 50 e 60 anos têm uma maior probabilidade de envelhecer de forma saudável do que aquelas que não a consomem. A pesquisa demonstra que o consumo de nozes por essa população feminina pode melhorar problemas físicos, cognitivos, diminuir riscos cardiovasculares e a diabetes tipo 2.

 

O estudo apenas foi realizado com grupo de pacientes do sexo feminino. Entretanto, estudos adicionais são necessários para averiguar se o mesmo efeito causado pelas nozes nas mulheres idosas também apresentam sobre a população masculina.

 

Referência:

 

[1] Regular walnut consumption linked to health and longevity in women. 

 

https://neurosciencenews.com/walnuts-health-longevity-15785/

neurosciencegrrl brainsupport Brainsupport.co BrainLatam Neuroinsight logo iamChurch logo theneurosoft
-->